BusinessesUncategorized

Como saber se há uma substring dentro de uma string em JavaScript

como-saber-se-ha-uma-substring-dentro-de-uma-string-em-javascript

O JavaScript é uma das linguagens de programação mais fáceis de aprender. Se você está confuso sobre como verificar se uma string contém outra substring em JavaScript, então você chegou ao lugar certo. Há muitas maneiras de verificar isso, então vamos ver cada uma.

string.indexOf()

A melhor maneira de encontrar uma substring de uma string é usar a função indexOf(). Se você notou, o método indexOf() simplesmente testa se a substring está presente ou não. Se estiver presente, ele retornará o índice inicial da substring; Se não, ele retornará -1. Podemos usar o comportamento do método indexOf() para encontrar uma substring. Tudo o que precisamos fazer é definir uma condição para verificar o valor de retorno.

RegExp.test()

Em seguida, podemos usar o método RegExp.test() para encontrar uma substring. Esse método retorna um boolean e, portanto, é muito mais fácil de usar. Em comparação com o método indexOf(), ele retorna resultados diretos true ou false e pode ser uma boa alternativa.

Enquanto RegExp.test() é um ótimo método para usar, caracteres especiais podem ser um problema.

String.contains()

unofficial_javascript_logo_2-svgO último método é o String.contains(). Ele verifica diretamente se a substring está presente ou não e retorna um valor boolean. Este método está disponível a partir do ECMAScript 6 e, portanto, precisa ser usado com cautela.

Você tem alguma coisa a adicionar a este tutorial? Se sim, não se esqueça de comentar abaixo e deixe-nos saber.

Você também pode verificar em nosso site os vídeos sobre JavaScript. Abaixo estão alguns exemplos:

Full Stack Development in JavaScript

JavaScript Mobile Application

Related posts
BusinessesCareer Development

4 Unique Proven Tips for Finding Awesome Employees

Businesses

Getting Web Development Projects Right

Uncategorized

Product Development Update

Artificial IntelligenceBusinesses

CPU, GPU, FGPA, or DSP: Heterogeneous Computing Multiplies the Processing Power